Links Patrocinados

Pesquisa

Pesquisa personalizada

terça-feira, 7 de março de 2017

Poeira da Lua - Marcos e Belutti

Poeira da Lua - Marcos e Belutti


Meus pés estavam pulando calçadas
Pulando as divisões das calçadas
Dois pés sozinhos e uma estrada
Dois pés chutando latas

Aí eles tropeçaram em você
Eles tropeçaram em você

Você me beijou e eu voltei do espaço
Com poeira da lua nos sapatos
Você me beijou e eu voltei do espaço
Com poeira da lua nos sapatos

Meus pés estavam pulando calçadas
Pulando as divisões das calçadas
Dois pés sozinhos e uma estrada
Dois pés chutando latas

Aí eles tropeçaram em você
Eles tropeçaram em você

Você me beijou e eu voltei do espaço
Com poeira da lua nos sapatos
Você me beijou e eu voltei do espaço
Com poeira da lua nos sapatos

A Carta de Larissa - Felipe E Ferrari

A Carta de Larissa

Era apenas um garoto criado
No Mato Grosso lá no interior
Se mudou pra outra cidade
Pra fazer a faculdade
Sonhava em ser doutor
Na bagagem ele trazia
Fotos da sua família
Pai e mãe, e seus irmãos
Do mundo nada sabia
O amor que conhecia era esse até então

Chegando no seu destino
E por ser um moço lindo
Foi chamando atenção
Mas pro mundo diferente
Ele era inocente sem maldade sem noção

E logo foi flertado pelos olhos de Larissa
Que tinha namorado e ele sem malícia
Se encantou com o azul daquele olhar
E por Larissa ele foi se apaixonar
Foi ai que a sorte afastou da sua vida
Ele moço pobre ela moça rica
O orgulho bobo da sociedade
Afastou Larissa da felicidade

O tempo passou e aquele amor
Continuou no coração desse doutor
Mas guardado na lembrança
Pois perdeu a esperança
Depois que ela se casou
E por não ter vaidade
Voltou pra sua cidade
E hoje vive muito bem
construiu sua família
Na humildade na alegria
Perto de quem lhe quer bem

E Larissa continua
Em um mundo de luxuria
Vaidade, ostentação
Mas porém o seu dinheiro
Não preenche o vazio do seu coração

E quando vai deitar sem ao menos que ela insista
Lágrimas escorrem dos olhos de Larissa
Trazendo a sensação de estar só na multidão
Olha como a vida é feita de escolhas
Eu contei a minha numa terceira pessoa
Minha historia comprovou
Que só é feliz quem tem amor

E quando vai deitar sem ao menos que ela insista
Lágrimas escorrem dos olhos de Larissa
Trazendo a sensação de estar só na multidão
Olha como a vida é feita de escolhas
Eu contei a minha numa terceira pessoa
Minha historia comprovou
Que só é feliz quem tem amor

Só é feliz quem tem amor.



domingo, 19 de fevereiro de 2017

Wanessa Camargo - Vai Que Vira Amor

Vai Que Vira Amor - Wanessa Camargo


Não sei se isso é saudade sua
Ou saudade do que a gente viveu
Mas vai que esse flash na memória
É um sinal pra ir além do que aconteceu

Será que o que era pra ficar, ficou?
E o que era pra marcar, marcou?
Talvez de onde saiu esse apego
Tem muito mais do que a gente provou

Entre o certo e o errado
Eu insisto, eu aposto em nós dois
Vai que vira amor, vai que vira amor
Oh, oh, oh

Entre o certo e o errado
Eu insisto, eu aposto em nós dois
Vai que vira amor, vai que vira amor
3, 2, 1 E já virou

Não sei se isso é saudade sua
Ou saudade do que a gente viveu
Mas vai que esse flash na memória
É um sinal pra ir além do que aconteceu

Será que o que era pra ficar, ficou?
E o que era pra marcar, marcou?
Talvez de onde saiu esse apego
Tem muito mais do que a gente provou

Entre o certo e o errado
Eu insisto, eu aposto em nós dois
Vai que vira amor, vai que vira amor
Oh, oh, oh

Entre o certo e o errado
Eu insisto, eu aposto em nós dois
Vai que vira amor, vai que vira amor
3, 2, 1 E já virou

Entre o certo e o errado
Eu insisto, eu aposto em nós dois
Vai que vira amor, vai que vai que vira amor

Entre o certo e o errado
Eu insisto, eu aposto em nós dois
Vai que vira amor, vai que vira amor
3, 2, 1 E já virou



Wanessa Camargo - Coração Embriagado

Wanessa Camargo -  Coração Embriagado

Te desejo uma insônia cheia de lembranças minhas
E que na madrugada você sinta a mesma agonia
Se eu pudesse fazer um transplante do meu coração
Pra você sentir que não tá sendo fácil, não

Eu aqui perdida e você aí se achando
Quando eu te vejo online: #Judiando
Nessa solidão, o que é que eu vou fazer?
Estou há um mês sofrendo só por causa de você

Será que a dor que me machuca
É a mesma que vai te ensinar?

E olha só o meu estado
Meu coração anda embriagado
Só de pensar em alguém do seu lado
Aí eu sofro dobrado e bebo dobrado

E olha só o meu estado
Meu coração anda embriagado
Só de pensar em alguém do seu lado
Aí eu sofro dobrado e bebo dobrado
E olha só o meu estado

Eu aqui perdida e você aí se achando
Quando eu te vejo online: #Judiando
Nessa solidão, o que é que eu vou fazer?
Estou há um mês sofrendo só por causa de você

Será que a dor que me machuca
É a mesma que vai te ensinar?

E olha só o meu estado
Meu coração anda embriagado
Só de pensar em alguém do seu lado
Aí eu sofro dobrado e bebo dobrado

E olha só o meu estado
Meu coração anda embriagado
Só de pensar em alguém do seu lado
Aí eu sofro dobrado e bebo dobrado

E olha só o meu estado
Meu coração anda embriagado
Só de pensar em alguém do seu lado
Aí eu sofro dobrado e bebo dobrado

E olha só o meu estado
Só de pensar em alguém do seu lado


sábado, 21 de janeiro de 2017

Lucas Lucco - Mozão

Lucas Lucco - Mozão

Uou ou oo

Oh mozão, cheguei a conclusão
Já faz tempo que a gente fica
Quase um namoro, sei lá, a gente enrola
Eu sinto falta de você quando não está aqui

Sei lá, dá vontade de te amarrar
Colar em você e te prender a mim
Vontade de casar, ter filhos pra gente cuidar
Pra sempre namorar

Eu sei to viajando
Tô novo, mas o que custa sonhar?
Se o tempo não para de passar
E nunca vai parar

Num piscar de olhos, tá passando mais de um mês
A gente fica velho e o que a gente fez?
Não deixe o nosso plano acabar
Esteja aqui amanhã quando eu acordar

Momôzin vamos fazer assim
eu cuido de você, você cuida de mim
Não desisto de você e nem você de mim
Vamos até o fim

Momôzin vamos fazer assim
eu cuido de você, você cuida de mim
Não desisto de você e nem você de mim
Vamos até o fim, dá a mão pra mim


Impressionando os Anjos - Gustavo Mioto

Gustavo Mioto


Hoje foi tudo bem, só um pouco cansativo
Dia duro no trabalho que acabou comigo
Tô aqui com os pés pra cima pronto pra dormir
A saudade de você é visita frequente
Que nem a sua tia chata que irritava a gente
Ah, saudade da gente

Tirando isso, do resto até que eu estou dando conta
A Julinha tá banguela e o Pedro só apronta
O que faltava do carro eu já quitei a conta

Falando nisso, terminei o livro que você pediu pra eu ler
E só na página 70 entendi você
Naquela parte onde diz que o amor é fogo que arde sem se ver

Como é que tá ai? De você faz tempo que não ouço nada
Fala um pouco sua voz tá tão calada
Sei que agora deve estar impressionado anjos com sua risada

Mas de você faz tempo que não ouço nada
Fala um pouco sua voz tá tão calada
Ai de cima fala alto que eu preciso ouvir, como é que tá ai?

Tirando isso do resto até que eu estou dando conta
A Julinha tá banguela e o Pedro só apronta
O que faltava do carro eu já quitei a conta

Falando nisso, terminei o livro que você pediu pra eu ler
E só na página 70 eu entendi você
Naquela parte onde diz que o amor é fogo que arde sem se ver

Como é que tá ai? De você faz tempo que não ouço nada
Fala um pouco sua voz tá tão calada
Sei que agora deve estar impressionado os anjos com sua risada

Mas de você faz tempo que não ouço nada
Fala um pouco sua voz tá tão calada
Ai de cima fala alto que eu preciso ouvir. Como é que tá ai?

Sei que agora deve estar impressionado os anjos com sua risada

Fala alto que eu preciso ouvir
Como é que tá ai?


Revanche - Santorine

Revanche - Santorine

Hoje te encontrei sem querer
Pensei que tudo iria desabar...
Lembrei de quando fiquei sem você
Pra aquele mundo não quero voltar.

Mas veja só o que aconteceu
Seu mundo se distanciou do meu
E agora que quase me acostumei
Você de repente apareceu
Querendo me propor uma nova chance
Querendo reviver nosso romance
Mas só eu sei o que eu passei em vão
Chegou a hora da revanche então.

Esqueça vá procurar seu caminho
Que hoje eu tô bem melhor sozinho
Cansei de me iludir e ser usado
Só lembre do que foi bom no passado
E quando a saudade lhe doer
Recorde o quanto que me fez sofrer
Ai quem sabe um dia possa dar valor
A quem um dia realmente lhe amou.

Hoje te encontrei sem querer
Pensei que tudo iria desabar...
Lembrei de quando fiquei sem você
Pra aquele mundo não quero voltar.

Mas veja só o que aconteceu
Seu mundo se distanciou do meu
E agora que quase me acostumei
Você de repente apareceu
Querendo me propor uma nova chance
Querendo reviver nosso romance
Mas só eu sei o que eu passei em vão
Chegou a hora da revanche então.

Esqueça vá procurar seu caminho
Que hoje eu tô bem melhor sozinho
Cansei de me iludir e ser usado
Só lembre do que foi bom no passado
E quando a saudade lhe doer
Recorde o quanto que me fez sofrer
Ai quem sabe um dia possa dar valor
A quem um dia realmente lhe amou.

E quantas vezes que apertou o coração
Vendo suas fotos jogadas no chão,
Mas aprendi que o verdadeiro amor
É o amor sem sofrimento.

Esqueça vá procurar seu caminho
Que hoje eu tô bem melhor sozinho
Cansei de me iludir e ser usado
Só lembre do que foi bom no passado
E quando a saudade lhe doer
Recorde o quanto que me fez sofrer
Ai quem sabe um dia possa dar valor
A quem um dia realmente te amou.


Músicas Inteligentes

Opine, decifre e interprete as músicas que trazem alguma mensagem em suas letras! O que o compositor quer dizer com isso? Comente!

Uma Frase...